domingo, 27 de dezembro de 2020

Campione 3.25 - Paraty

Foto de um Campione 3.25 da Paraty, prefixo 3040, chassi Volkswagen, tirada em julho de 2020 em São Carlos (SP).

12 comentários:

  1. E a paraty assume definitivamente as linhas de Jau.

    ResponderExcluir
  2. Acho o que afasta ela de participar dos certames daqui é o valor do investimento, porque em cidades com sistema menor ela esta se fortalecendo.

    ResponderExcluir
  3. Queria a Paraty aqui em sao Carlos no trasporte coletivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho q seria uma boa, mas ouvi dizer q ela tá mal das pernas, então é muito improvável!

      Excluir
  4. Duvido q a Paraty esteja mal das pernas empresa q esta em vários setores

    ResponderExcluir
  5. Quem esta bem é a Suzantur anuncio a compra da Rigras.

    ResponderExcluir
  6. Ta na cara que ela nao quer ficar aqui em sao carlos tamanho o investimento em outras cidades,enquanto aqui so sucata ex Rio de Janeiro. Ela se fortalece no abc,mesmo sem garantias de licitação no caso de santo André. Diadema, agora Ribeirão Pires... pra cá a velha sucata desovada do Rio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somente Sto André é contrato emergencial as demais não.
      Mas aqui realmente os vips 2 e os T07 já deu o que tinha que dar.

      Excluir
    2. O foco dela é claramente a RMSP, não duvido q em algum momento desse ano ela abandone aqui de uma vez por todas, pois o prejuízo é muito grande!
      Só quero ver quem vai assumir o transporte aqui, empresas grandes não querem, provavelmente algum aventureiro, ou empresa de fundo de quintal...

      Excluir
    3. Teremos um novo começo de 2018.

      Excluir
    4. Esse é um risco bastante plausível! Se isso acontecer, vai ser mais desastroso q 2018, em virtude do q estamos vivendo.. Não duvido q o transporte em pouco tempo caia definitivamente nas mãos da prefeitura!!

      Excluir
  7. O foco de qualquer empresa grande é onde tem garantia de retorno do investimento, podem ver que as empresas maiores estão fugindo de cidades do interior que não tenham no mínimo uns 300 mil habitantes, aqui em Catanduva a Viasol (que é da Paraty) ficou só seis meses num contrato emergencial e não quis renovar, a Auto Viação Suzano (que já circulava no interior em Birigui e Olímpia, além de fazer o urbano em Santa Isabel) ganhou a licitação mas já teve paralisação dos motoristas duas vezes por não pagamento de salários... a tendência é diminuir cada vez mais a oferta de transporte público em cidades médias do interior, principalmente por conta do transporte por aplicativo, pois quem tem condições de pagar tarifa cheia vai pra Uber e afins, e o transporte público por ônibus fica relegado a gratuidades e estudantes que, onde não tem passe livre, tem pelo menos meia passagem. Não vai demorar muito pra maioria das cidades do interior o transporte ser realizado direto pelas prefeituras ou ser sucateado ao ponto de não ter mais nenhum passageiro pagante.

    ResponderExcluir